SER humano

Esta semana “crashei”.

Comecei a entrar em rotura interior comigo mesma. A embirrar com tudo o que me aparecia pela frente. Até o som do teclado (!!!) do meu marido, que está em teletrabalho, estava a ter em mim o mesmo impacto que um martelo hidráulico produz numa obra vizinha.

Saí. Tive de sair de casa para arejar as ideias.

Não fui a pé. Peguei no carro. Primeiro porque precisava de me sentir confortável, como num casulo e segundo, a ideia de apanhar chuva ou frio, não estava contemplada nas minhas necessidades. Se bem que goste de caminhar à chuva…! Mas precisava de estar comigo, a sós.

Conduzir acalma-me. Entro num estado meditativo que me proporciona clareza, e por vezes acontece-me canalizar informação, ideias que precisam vir à luz.

Mas acima de tudo, quando estou saturada de energia densa, preciso de ver o mar. Ver um espaço amplo e sem limites.

Tenho dias em que este confinamento faz-me sentir como um leão enjaulado. Nada me satisfaz e tudo me incomoda. Já alguma vez te sentiste assim?..

Este sentimento de “enjaulada” ajuda-me a fazer trabalho interior de auto-observação e a perceber, o que tenho de mudar em mim.

Continue reading “SER humano”

Na montanha russa

A semana passada foi para mim um pouco turbulenta a nível de emoções, talvez por causa da lua cheia em escorpião… sei lá. Não é que perceba muito de astrologia, ou melhor dizendo percebo muito pouco, mas tenho noção de que as fases lunares afectam-nos de forma muito especial e nem sempre é fácil gerir as emoções que vêm com elas.

Entretanto recebi de um primo, que é um doce de pessoa, um vídeo lindo e que me inspirou a escrever-te este texto. Desfruta! É para ti com muito amor.♡

O antes e o depois

Se eu olhar para o trajecto da minha vida, tenho a sensação de que existem duas eras: uma antes do Reiki e outra depois do Reiki. Refiro-me à minha Iniciação no Reiki e ao despertar espiritual para uma nova consciência de mim própria, enquanto mais do que um simples ser humano no mundo.

Tenho a sensação de que durante a primeira fase, a minha vida corria quase Continue reading “Na montanha russa”

Uma caixa de surpresas

A vida é das coisas mais maravilhosas que existe. Desde que nascemos, até ao momento em que o nosso corpo deixa de ter vida, recebemos todos os dias a dádiva de presenciarmos esta maravilha em todo o seu esplendor, desde as mais minúsculas coisas, até às mais grandiosas.

Todos os dias tudo muda. E todos os dias tudo está diferente. Não há um único dia que seja igual ao anterior e não há um único dia em que eu possa ter a certeza do que vai acontecer. Se é assustador? Sim, poderá ser. Se é maravilhoso? Sim, também poderá ser.

Tudo depende da forma como estou na vida; na maneira como trago a minha presença à vida, a cada Continue reading “Uma caixa de surpresas”

Na máscara do Carnaval

Há poucos dias celebrou-se o Carnaval, e se bem que eu não seja grande adepta desta tradição, não há como ficar alheia a esta festividade. Desde crianças a adultos, é uma época celebrada há já muitos séculos. Nas escolas, as crianças são convidadas a mascararem-se e a participarem em cortejos carnavalescos, desde pequeninas e para que os adultos também se possam divertir há bailes espalhados por várias localidades. Apesar de hoje em dia não fazer questão de me mascarar no Carnaval, aprecio imenso a capacidade criativa de todas as pessoas que se envolvem neste espírito.

É um momento do ano onde muitos uniram esforços, para criarem todo um aparato em torno da diversão vivendo-a ao máximo e partilhando-a com muitos mais. E isto só por si, é lindo! Amo quando as pessoas se unem para um bem comum.

Folia sem tabus

Sendo o Carnaval o culminar da diversão Continue reading “Na máscara do Carnaval”