Como usar as cores mais apropriadas no dia a dia – a forma como nos influenciam e criam o ambiente à nossa volta

Bom dia com ALEGRIA!

Já alguma vez apreciaste com todo o teu ser, as cores que te rodeiam? Todas elas?

E sabias que elas têm uma linguagem muito própria, que comunica connosco e com tudo o que nos rodeia?

Neste post vais descobrir como usar as cores mais apropriadas no teu dia a dia e a forma como nos influenciam e criam o ambiente à nossa volta, habilitando-te a criares melhores resultados e efeitos mais concretos, de acordo com o que desejas manifestar.

De certo já ouviste falar na cor das cuecas que se usam na passagem de ano, e no significado que elas podem ter. Nesse momento específico, em que transitamos para um novo ano e queremos atrair coisas boas para a nossa vida, há quem tenha um cuidado especial, na escolha da cor das cuecas que vai usar. É assim criado um ritual simples para atrair uma determinada energia, no novo ano.

Então, porque não fazê-lo durante todo o ano? Não só com a escolha da cor das cuecas, mas com toda a roupa, acessórios, e até mesmo com as cores com que decoramos a nossa casa, a escolha da cor do carro… e muito mais.

Continue reading “Como usar as cores mais apropriadas no dia a dia – a forma como nos influenciam e criam o ambiente à nossa volta”

Em alinhamento com o Universo

Já alguma vez “correste atrás de algo” que querias muito?

Já alguma vez quiseste muito, muito, muito algo, tanto que farias tudo para o teres?

Bem… acho que já todos passámos por isso, nem que tenha sido algures na infância, na adolescência, onde até “daríamos a vida por isso” (safa!!… as coisas que se diziam…). É bom correr atrás de algo. É bom desejar ardentemente com o coração, com todo o amor, com toda a energia que temos, pois é com essa mesma fé que os desejos se materializam.

Mas, por vezes não acontecem. E ficamos sem perceber porquê Continue reading “Em alinhamento com o Universo”

Na teia

Estava eu parada num semáforo a observar uns melros que se deliciavam numas ervas cortadas recentemente, e a dissertar mentalmente sobre as maravilhas da primavera, quando me “caiu a ficha” …. Eles estão a comer os pobres bichitos que ficaram à descoberta, após terem perdido o seu habitat de protecção!!! A primeira sensação foi de tristeza…, mas depois lembrei-me… a vida é assim mesmo, umas vezes comemos nós, outras… “caput”… deixamo-nos comer.

Com a navegação na internet passa-se a mesma coisa. É uma teia imensa na world wide web, onde o conteúdo à disposição é tão vasto, e onde é fácil perdermo-nos.

Já te aconteceu alguma vez, iniciares uma busca e acabares noutra completamente diferente? Ou eventualmente, dedicares um pequeno momento da tua pausa, ou do teu fim de dia à pesquisa de algo, que até era uma pesquisa rápida e simples, mas quando te dás conta, o tempo voou e é tardíssimo? Eu faço check nas duas Continue reading “Na teia”