Curar e fazer as pazes com o passado

Há muito que oiço dizer que estamos todos interligados, que os nossos pensamentos e energia afetam o mundo à nossa volta, que aquilo que é repetido várias vezes no nosso pensamento, mesmo sem darmos conta, tem a capacidade de se manifestar no mundo físico.

Uns acreditam, outros nem por isso e duvidam, e está tudo bem.

No entanto, este é um conceito que já enraizei há muito dentro de mim. Já tive a possibilidade de perceber na prática que tudo está mesmo (!) conectado, e que as nossas energias se interligam como que numa malha cósmica, e que coincidências, simplesmente não existem.

Comecei em meados de março uma formação com a querida Inês Gaya, que me tem levado às profundezas do meu ser. E quando digo profundezas, é mesmo lá no fundo assim do tempo em que era criança, onde vivências e situações me marcaram de forma profunda. Essas memórias, que supostamente estavam resolvidas e apagadas, afinal estavam era dormentes e conseguiram limitar-me em determinados aspetos da vida. Umas já consegui identificar e fazer a cura, mas outras há que surgiram bem vivas novamente. Neste momento estou num firme compromisso em curar e fazer as pazes com o passado, o meu passado. Sem culpar ninguém, simplesmente observar, curar e transformar.

Curar e fazer as pazes com o passado

Este processo de ir ao passado, e identificar o que nos causou traumas, dores, bloqueios, faz parte do processo de cura de todos nós. É importante ir à raiz do problema para o podermos identificar, libertar e redefinir. É claro que isto não muda o nosso passado, nem tão pouco o apaga, mas permite que a pessoa que somos hoje possa passar a atuar e a viver numa mais alta vibração, sem as amarras e limitações que o passado nos colocou e com toda uma nova postura de perdão, aceitação e integração com amor.

Continue reading “Curar e fazer as pazes com o passado”

Visto de cima

No outro dia estava a ver uma publicação que uma amiga (e irmã de alma) partilhou no Facebook, com uma imagem captada lá de cima desde um avião. Era um pequeno arco-íris redondo, lindo!

Essa imagem levou-me a pensar nas coisas maravilhosas que se vêem abordo de um avião, em pleno voo. Tudo ganha uma outra perspectiva e dimensão, e muitas vezes damos por nós a tomar consciência da beleza que existe ao nosso redor, de uma forma divina, a qual por vezes nos passa despercebida.

E assim nasce esta publicação!

Sofrer e crescer

Então vamos lá. De certo que já passaste por situações muito complicadas e traumatizantes. Se nunca te aconteceu, tenho de dizer-te que és uma pessoa abençoada. Mas por outro lado, também posso partilhar contigo, que é através do sofrimento que todos nós evoluímos.

Esse mesmo crescimento através do sofrimento, ou trauma, dá-se não no momento em que ele acontece, nem tão pouco se continuarmos ligados à dor dessa mesma situação. O salto evolutivo dá-se quando conseguimos compreender o porquê, aceitando a situação como parte do nosso crescimento pessoal, e acima de tudo quando conseguimos expressar perdão e amor pelo que aconteceu.

Nem sempre é fácil. Por vezes é mesmo muito duro perdoar alguém que nos fez mal, ou nos prejudicou seriamente. Mas uma coisa posso assegurar: quando conseguimos expressar perdão (mesmo que seja só no nosso interior, no nosso coração), libertamos qualquer tipo de “corda” que nos prenda à situação passada, seja ela qual for, e conseguimos avançar em frente com confiança e a vida como que por magia, abre-nos novas portas. Continue reading “Visto de cima”