Contornar as limitações

Na semana passada celebrei o meu aniversário, e como todos os anos, há coisas que gosto de fazer para celebrar a minha vida, a minha vinda à luz e ao planeta Terra.

Gosto de reservar o dia para mim, para me mimar e estar com quem gosto.

Gosto de ir à praia e tomar um bom banho de mar e de sol.

Gosto de me libertar dos afazeres domésticos, em especial o de cozinhar e mimar-me com comida prepara pelos outros.

Este ano decidi também, que me ia oferecer um tempo para receber uma massagem, pois há já imenso tempo (mais de um ano…) que não recebo uma. Sei que muitos consideram uma massagem como um luxo, mas para mim, uma massagem é como uma terapia onde as tensões são eliminadas e a nossa energia realinhada, o que só por si tem um efeito medicinal. E mesmo que seja um luxo, quem não merece um?

Mas este ano, cada um destes objetivos parecia não ter pernas para andar, ou seja, não via forma de os manifestar.

Primeiro foram as restrições na área metropolitana de Lisboa devido ao vírus, que me impediu de ir jantar fora com a minha família, como costumamos fazer. Rendi-me e aceitei de bom grado fazer o jantar em minha casa. Sinceramente até me admirei por não me passar com esta limitação, pois por mais que tente, organizar um jantar em minha casa para tantos (sim… somos mesmo muitos só contando com os mais diretos) implica ir para a cozinha incluindo toda a envolvência de preparativos em modo pré, e arrumações em modo pós, coisa que eu tento evitar no meu dia de anos… Mas desta vez, foi algo que me deu imenso prazer e recebi muitas ajudas, quer nos preparativos, quer nas arrumações. Imensa gratidão a estes lindos anjos ajudantes!

Depois foi a ida à praia para o tal banho de mar e de sol…. A meteorologia previa céu muito nublado, chuva e baixa de temperatura…. Oh céus…! Estava fora de questão ir à praia com tal previsão.

Já para não falar no desejo (que me passou pela cabeça…) de ir ver o sol nascer…. Qual sol, qual carapuça! Com tantas nuvens, o sol nasceu sim, mas em Lisboa estava bem escondido. Missão abortada!

E a massagem…? Bem… essa ficou mesmo adiada, porque onde costumo ir estava fechado e só abria na semana seguinte, e um outro lugar que me sugeriram também estava sem marcações disponíveis, ou seja não tive qualquer hipótese de receber uma massagem.

Contornar as limitações

Se houve tempos em que esta panorâmica me deixava frustrada e com um misto de tristeza e zanga, senti que desta vez simplesmente deixei fluir e qualquer uma das limitações que foram surgindo, não me abalaram de forma alguma. Antes pelo contrário, fui arranjando alternativas viáveis e que me deram igualmente, ou ainda mais prazer.

Desde que regressei da Tailândia, que tenho vindo a trabalhar em mim a rendição de forma mais profunda. Sempre fui muito controladora, na medida em que sempre gostei de tudo muito organizadinho e perfeito. Sou aquela pessoa (ou melhor, era!) que não avançava sem que nada reunisse as condições perfeitas para acontecer. Com a formação do Gaya Circle 2021, trabalhei intensamente a questão do perfeccionismo e de me permitir falhar sem me julgar, de arriscar avançar sem que tivesse tudo muito claro e impecavelmente organizado.

Uma das coisas que mais estou grata à pandemia e ao vírus, foi o ter-me mostrado a necessidade e a capacidade de me reinventar. E este ano, ao perceber que os planos que tinha feito para o meu aniversário não iam funcionar como costume, decidi que se não vai de uma forma, vai de outra. Uma coisa estava certa, eu não ia deixar de celebrar a minha Vida e ter o meu momento selfcare, por nada deste mundo!

O que fiz?

Puxei pelo meu lado criativo e se não dá para celebrar no dia como quero, vamos de começar a celebrar na véspera em modo de preparativos para o grande Dia!

Como?

Assim tipo véspera de ano novo, tirei o dia antes para mim e fui à praia sozinha. Foi realmente um tempo para mim e só comigo, onde me pude sentir na íntegra. Saber estarmos sozinhos desenvolve o autoconhecimento.

Entrei no mar, e como sempre faço vou falando com Iemanjá cumprimentando-a, agradecendo pelas águas dos oceanos e pelas águas em mim (as minhas emoções). Fui enumerando todas as emoções e padrões que quis libertar, tudo aquilo que sinto que já não me serve e mergulhei em purificação. Como era manhã cedo, a água estava assim para o fresquinha, mas nada como um banho fresco para revigorar e purificar. Claro está que de seguida desfrutei de uma bela manhã de praia, com sol!

Escrevi ainda uma carta de gratidão por todos os momentos e pessoas na minha vida, num ritual de gratidão pela vida e pelo ano solar que terminava.

A massagem? Pois…, como não houve agenda para tal qual a melhor forma de mimar o meu corpo se não um banho de imersão? Há tanto, mas tanto tempo que não o fazia que perdi a conta (acho que anos…). Peguei numa daquelas bombas de banho que me ofereceram e que ainda não tinha usado, e tomei um belo de um banho cor rosa fúcsia. Um banho de imersão é assim como um momento in útero, que promove nutrição e um bem-estar geral, quer físico, quer emocional. Normalmente não o faço por questões ambientais, mas este era um dia especial, e eu mereço!

Aquele toque especial!

E para terminar, preparei anteriormente um banho mágico para verter do pescoço para baixo, cheio de ingredientes mágicos e com uma intenção muito especial.

Fervi 3 litros de água e juntei os seguintes ingredientes (deixando-os abafados por 30 minutos):

7 paus de canela (amor, abundância, prosperidade)

7 folhas de louro (proteção física e espiritual)

7 estrelas de anis (autoconfiança e bom humor)

1 ramo de alecrim (boas energias e purificação)

1 ramo manjericão (força e coragem)

3 flores (só as pétalas) amarelas (alegria e leveza)

100g açúcar amarelo (abre caminhos)

Depois de abafado, côa-se e deixa-se esfriar até uma temperatura confortável, para que seja vertido sobre o corpo, sempre do pescoço para baixo. As folhas que restaram podem ser devolvidas à Terra.

Termina-se assim um banho cheio de magia, sem se passar o corpo por água e limpando-o a uma toalha com pequenos toques, sem esfregar. Se for feito ao fim do dia, melhor!

Este é um banho que costumo fazer na noite da passagem de ano, mas este ano decidi iniciar esta nova volta solar na véspera do meu aniversário com muita magia e amor. E o mais engraçado, é que quando estava a preparar os ingredientes, soltaram-se do ramo que tinha adquirido, precisamente 3 flores amarelas (a quantidade certa que eu necessitava). Adoro estas sincronias!!!

Estes rituais e momentos especiais, não têm de ser em datas especificas de calendário. Nós podemos e devemos criar os nossos próprios momentos especiais, sempre que sentimos e necessitamos de um mimo extra ou de um momento de selfcare.

O ano solar que agora terminei, foi sem dúvida um percurso de autoconhecimento e trabalho interior a nível de rendição, criatividade a vários níveis e desconstruir o meu lado perfecionista. Muitas vezes deixei de fazer algo com medo de falhar, de não ser bem-sucedida, ou simplesmente porque os fatores externos não eram os ideais, ou até com medo do julgamento dos outros (o que poderiam pensar sobre mim…).

Foi um ano em que descobri que se eu acreditar e sentir com todo o meu coração, eu sou capaz, mesmo quando as coisas não correm na perfeição. 

Já alguma vez te sentiste limitada por algo que querias muito fazer, mas que por esta ou por aquela razão, não avançaste? Como te sentiste? Eu muitas vezes me senti frustrada e triste e ao ficar agarrada a estas emoções, não me permiti avançar.

Não permitas que os teus receios te bloqueiem. Não te permitas que a frustração ou tristeza te mantenham presa. O caminho é feito por etapas, mas sempre em direção ao nosso amor próprio e satisfação.

Eu já disse Basta às minhas limitações pessoais. E tu, estás preparada para o dizeres também?

Se a tua resposta é sim, ou se ainda estás a contemplar a hipótese de o fazeres, eu estou aqui para te guiar e apoiar no teu processo de libertação de medos e receios.

Este é um processo que se faz gradualmente, e ninguém muda da noite para o dia, mas podes contar com o meu suporte para juntas o fazermos com leveza e muita consciência, rumo ao teu sucesso neste tópico. Marca a tua sessão online ou presencial comigo, aqui e não adies mais a tua presença luminosa no mundo.

Porque todos nós, mesmo Tu, viemos a esta vida para brilharmos.

Gratidão pela tua presença aqui no blog.

Desejo-te uma semana muito feliz.

Com amor,

Contornar as limitações_2

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s