Curar e fazer as pazes com o passado

Há muito que oiço dizer que estamos todos interligados, que os nossos pensamentos e energia afetam o mundo à nossa volta, que aquilo que é repetido várias vezes no nosso pensamento, mesmo sem darmos conta, tem a capacidade de se manifestar no mundo físico.

Uns acreditam, outros nem por isso e duvidam, e está tudo bem.

No entanto, este é um conceito que já enraizei há muito dentro de mim. Já tive a possibilidade de perceber na prática que tudo está mesmo (!) conectado, e que as nossas energias se interligam como que numa malha cósmica, e que coincidências, simplesmente não existem.

Comecei em meados de março uma formação com a querida Inês Gaya, que me tem levado às profundezas do meu ser. E quando digo profundezas, é mesmo lá no fundo assim do tempo em que era criança, onde vivências e situações me marcaram de forma profunda. Essas memórias, que supostamente estavam resolvidas e apagadas, afinal estavam era dormentes e conseguiram limitar-me em determinados aspetos da vida. Umas já consegui identificar e fazer a cura, mas outras há que surgiram bem vivas novamente. Neste momento estou num firme compromisso em curar e fazer as pazes com o passado, o meu passado. Sem culpar ninguém, simplesmente observar, curar e transformar.

Curar e fazer as pazes com o passado

Este processo de ir ao passado, e identificar o que nos causou traumas, dores, bloqueios, faz parte do processo de cura de todos nós. É importante ir à raiz do problema para o podermos identificar, libertar e redefinir. É claro que isto não muda o nosso passado, nem tão pouco o apaga, mas permite que a pessoa que somos hoje possa passar a atuar e a viver numa mais alta vibração, sem as amarras e limitações que o passado nos colocou e com toda uma nova postura de perdão, aceitação e integração com amor.

Se dói remexer no passado? DÓI!! Dói muito, e há momentos em que nos deita por terra energeticamente. Mas quem é que não passou pelas dores de crescimento? É muito como a história da lagarta que para se transformar em borboleta, se enrola, fecha-se no seu casulo, e para se permitir transformar em borboleta, sai com umas asas todas amachucadas, mas depois quando as expande é um ser maravilhoso e leve que voa livremente.

Mas o mais belo destes processos de cura pessoal que já passei, é ver a forma como a energia que eu emano nestes momentos, influencia o ambiente à minha volta. Neste processo que ainda estou a desenrolar, descobri que há uma criança que foi muito magoada na infância. Que há um passado um bocado embrulhado, mas que aos poucos se redefine e se re.significa.

Tudo está interligado

E não é que na semana passada (no pico da minha revolução interna de cura) o motor da bomba que retira os líquidos dos esgotos da nossa cave avariou??… Começou por haver perturbações elétricas nas tomadas da cave e quando fomos a ver, o tal do motor tinha pifado. Energeticamente, a cave representa o passado…(!)

Então não é o que tenho andado a fazer? A trabalhar o meu passado…. A libertar os lixos tóxicos (a m*rd@ mesmo!!!) que me prendem…. Já para não falar nas dores físicas que surgiram nas minhas costas (!)…. na zona do segundo chakra (área lombar), que guarda as memórias dos primeiros anos de vida.

Pois é…., tudo o que é energia bloqueada manifesta-se no nosso corpo físico, e quando se liberta (ou precisa de ser libertada) através do trabalho de cura energético que fazemos em nós, por vezes tem também destes efeitos nos nosso pertences (carro, eletrodomésticos, casa….). É-te familiar esta situação, de teres coisas a avariar ao teu redor sem perceberes porquê? Experimenta olhar para ti e para as tuas emoções, e talvez chegues a alguma conclusão iluminada 😊

Mas o top mesmo destas “coincidências”, foi que no dia seguinte à bomba ter estoirado com o excesso de lixo acumulado, apareceram no nosso quintal abelhas. Tantas que resolveram construir uma colmeia na caixa da compostagem!!!

Para quem não tem medo de abelhas, foi um cenário lindo se ver. Sinceramente, eu adorei! Amo de coração o som que o seu zumbido emana. É assim como um Mantra mágico.

Mas, e que mensagem as abelhas carregam no meio disto tudo?

Primeiro, o lugar onde se instalaram: a compostagem é somente o lugar onde o lixo se transforma em algo positivo e produtivo (adubo).

O lixo existe nas nossas vidas, é produzido por nós e não há como o evitar, mas podemos sempre fazer a alquimia de o re.significar em algo positivo e a nosso favor. E é isso mesmo que eu ando a fazer. A dar um novo significado ao lixo que existe nas minhas memórias, para o tornar em algo valioso para mim e assim adubar a minha vida.

Segundo, a abelha de acordo com o Xamanismo e as sabedorias ancestrais é considerada a xamã das flores e simboliza o aprendiz, aquele que está na descoberta do seu jardim interior. A abelha é ainda representada pelo número 6, devido à forma da construção do seu favo ser com hexagramas. Tudo o que é produzido por elas possui uma geometria em harmonia com a geometria sagrada da vida planetária. É um constante criar de uma harmonia em comunidade para um bem comum, com muita doçura.

E as abelhas apareceram exatamente no momento em que nesta formação, nos foi pedido que criássemos um círculo de cura, um Gaya Circle. Foi aqui que despontou a minha vontade de criar uma comunidade, de juntar vários seres que procuram a cura, procuram ser uma melhor versão de si mesmo e ter uma melhor e mais conectada experiência de vida terrena, com a sua própria essência.

Esta comunidade, eu sinto que já está a acontecer suavemente com as meditações on-line que tenho facilitado, bem como no grupo que todas as quartas-feiras recebe Reiki à distância. Imensa gratidão a ti que tens estado presente! ♡ E se ainda não o fizeste, podes juntar-te a nós e serás recebid@ com muito amor. Sabe como participares enviando-me uma mensagem aqui. Estas partilhas são de participação gratuita.

Gaya Circle – um círculo de cura

O Gaya Circle que vou guiar, o meu primeiro (!), vai ser dia 5 de Maio, que é um portal de cura lindo: 5.5.5 (dia 5, do mês 5, do ano 2021=2+0+2+1=5).

Um portal é um momento, dia, ou hora onde a energia cósmica se alinha com a energia terrena e permite que a cura, a mudança possa aconteça em nós.

Este Gaya Circle vai acontecer on-line e vai ser um momento de re.conexão com a nossa essência.

Num círculo somos todos iguais. Um círculo sagrado, é onde cada um de nós é aceite na sua totalidade, sem julgamentos, nem limitações. Mulheres e Homens em união e harmonia.

É minha intenção criar e guiar este círculo sagrado, onde vamos estar todos juntos, para nos apoiarmos e inspirarmos mutuamente para o nosso crescimento pessoal. Porque quando um de nós evolui, todos nós evoluímos com ele. É esta a magia do círculo!

 Em breve darei mais noticias. Por agora adianto, que vai ter um cariz de apoio social, com participação por donativo e que toda a verba recebida será doada para benefício de uma família carenciada.

Se ficaste curios@ e queres saber mais ou participar, envia-me uma mensagem e terei todo o prazer em te receber neste círculo de cura.

Dia 5 de Maio, às 19h00 conto contigo! Via Zoom on-line (duração 1h30).

Curar e fazer as pazes com o passado_2

Este é o meu propósito de vida, crescer para inspirar, servir e contribuir para o bem comum de todos. Tal como a abelha 😉

Imensa gratidão pela tua presença. Desejo-te um dia muito luminoso.

Com amor,

Curar e fazer as pazes com o passado_3

➥ Em caso de te perguntares o que é feito das abelhas, chamei a SAP (Sociedade Portuguesa de Apicultores) para as vir recolher. Fiquei a saber que a lei não permite uma colmeia a menos de 100 metros de uma habitação. E que as abelhas só picam quem demonstra medo ou agitação. O senhor Alcides (SAP), aproximou-se da colmeia a falar ao telemóvel e recebeu como “beijoca de boas-vindas” uma picada na orelha. Eu saí isenta desta experiência e ainda recebi como oferta, um favo ♡

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s