Os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles

Bom dia com Alegria!

Começo por te pedir perdão, por ter falhado na última semana com a publicação de um post novo. As duas últimas semanas foram bastante intensas e desafiantes, o que me causou um enorme cansaço e uma imensa indisponibilidade de tempo para me sentar e escrever-te, de alma e coração.

Sim! Muitos estão a experienciar momentos desafiantes, a vários níveis. Há um vasto leque de ajustes nas nossas vidas, com todas estas mudanças que o confinamento gerou, e continua a gerar. E estas mudanças nem sempre são fáceis.

Neste post, vou trazer alguma clareza para os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles.

Pode ser o confinamento e as restrições, pode ser a mudança de estação, a astrologia e o cosmos com planetas retrógrados, eclipses solares e eclipses lunares, um sem número de factores, mas a verdade é que já dei comigo a sentir-me numa tal montanha Russa de emoções, que até já me questionei sobre a minha sanidade mental… Mas pelo que tenho ouvido, não sou a única. E tu, como te tens sentido? Também compartilhas desta onda de flutuação de humores e emoções?

Os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles

Parece que há no ar uma onda energética de mudança, de tal forma que são muitos os que começam a colocar uma série de questões em causa. Aliás, parece não, há mesmo! Sim, se é o teu caso, não estás só. Eu própria o tenho experienciado e várias pessoas têm compartilhado comigo este mesmo sentimento. Mas confia! Junt@s vamos conseguir passar por estes ajustes.

Toda esta mudança global com início no vírus, veio mostrar-nos algo que sempre existiu: que só importa o AGORA. Se dantes passámos pela teoria, usufruindo eventualmente de alguma prática pessoal de vivermos no momento presente ensinado por livros e mestres espirituais, com esta vivência actual temos a plena experiência prática do que é viver no Agora.

Pode ser muito desafiante não conseguir fazer planos a longo prazo. Ou não ter a clareza necessária para planear o que quer que seja, num futuro próximo, com tantas incertezas no ar. A possibilidade de tudo mudar de um momento para o outro, e vermos várias situações canceladas sem sabermos se é possível voltar a remarca-las, sem que haja novo cancelamento, tornou-se uma realidade muito vivida. Mas não era já assim, a nossa vida?

Que garantias tínhamos de que aquilo que planeámos ia mesmo acontecer? Já pensaste nisto?…

Nada era certo. Nada nunca, foi assegurado. O que há agora, pode mudar radicalmente no momento seguinte. Mas, nós confiávamos quase sem duvidar, que tudo o que tínhamos era certo e seguro. Certo? Bom, entrar em pânico ou stressar não serve de nada. O que o universo nos está a mostrar (radicalmente – atrevo-me a dizer), é que existe um caminho alternativo, e que temos de nos ajustar a ele, para melhor saborearmos esta experiência de vida na Terra.

(Re)aprender a SER humano

Outra situação que muitos têm sentido, é um cansaço enorme e fora do normal. Também te identificas? E podem dizer que é do uso de máscaras, das energias que andam no ar, o que quer que seja. Sim, também contribuem, é verdade, mas não só.

Esta é mais uma lição do universo, para integrarmos e que para muitos será difícil de o fazer. Trata-se de reaprender a sermos humanos. Tu, Eu, Nós todos, somos um SER humano, não um “FAZ humano”. Passámos por uma era em que fazer muito e produzir muito era sinónimo de se ser um excelente profissional, independentemente da forma como cada um se sentia, após essa rotina de trabalho. E apareceram (ainda aparecem) os burnout, as doenças oncológicas e outras complicações…

Este é o momento de aprendermos a nos escutar, a estarmos connosco, a perceber que o nosso corpo precisa também de muito descanso, de se nutrir correctamente e apreciar o que nos rodeia. No momento em que conseguirmos estar plenamente connosco, a sentirmos o nosso corpo e as nossas emoções verdadeiramente, começamos a perceber melhor o que não está bem e precisa de ser modificado.

Com a quarentena, percebemos profundamente o quão importante é estarmos na presença de outros humanos, sobretudo os que amamos, e de interagirmos com eles. De sair e usufruir da natureza. De respirar ar puro, sem limites físicos ou barreiras à linha do horizonte.

Foi preciso ser-nos retirado uma série de elementos que tínhamos como certos, para percebermos o verdadeiro valor que eles têm e a falta que nos fazem.

SER humano é viver em comunhão com os outros, viver em comunidade, cuidarmo-nos e cuidarmos dos outros, usufruir da natureza cuidando também dela, trabalhar e produzir respeitando os ritmos próprios de sono e vigília, praticando uma alimentação saudável e acima de tudo, ter práticas saudáveis de vida.

E como encontrar o equilíbrio pessoal neste momento de transição?

Esta mudança à escala mundial é necessária que ocorra, nas nossas vidas. O universo é sábio e tudo faz para nos proporcionar o melhor. Só temos de seguir “as instruções” que nos são enviadas.

Esta fase de transição para uma nova era, mais consciente e mais positiva para o nosso planeta e seus habitantes, levou-nos a procurar soluções alternativas, para nos sentirmos melhor. Então, que essa procura do bem-estar de forma consciente e saudável continue, e que nos proporcione um equilíbrio de energias e emoções, para nos ajudar neste processo de transição e ajuste.

Partilho contigo algumas práticas simples, que te irão ajudar a reencontrares o teu equilíbrio quando te sentes mais em baixo, ou menos capaz. Elas vão fazer com que te sintas em paz, dando o melhor de ti, despertando o teu lado mais belo e luminoso.

Praticar exercício físico

Corpo são em mente sã, é uma expressão super actualizada. Procura uma prática regular de exercício físico que te dê prazer e te faça sentir bem. Lembra-te que o teu corpo é o teu templo e é ele que te permite viveres a tua vida em pleno. Não é necessário investires muito, e ires para um ginásio. Hoje em dia existem várias opções à disposição de quem quer criar este compromisso pessoal de bem-estar. Basta sermos criativos, e querer!

Caminhar na natureza

A natureza é uma bênção que temos. Ela permite a conexão com a nossa essência, pois nenhum ser vivo foi feito para viver confinado entre paredes. Praia, campo, pequeno jardim, ou um parque natural, tu escolhes qual o cenário que te nutre e te preenche com energias renovadas.

Meditar

Aprender a estar em silêncio, sem movimento, só contigo, ou simplesmente ouvir música relaxante, é uma forma de aprenderes a acalmar a tua mente e a criares o espaço essencial para te escutares, e ajustares o que tem de ser ajustado. Entende estas pausas tão necessárias, como momentos de self care e de amor-próprio para cuidares de ti, com muito amor e carinho. Aqui no blog, tens um espaço dedicado às meditações. Já o experimentaste? Cada uma tem menos de 15 minutos dedicados só a ti – Experimenta e nutre-te com as meditações Sopros de Luz.

Aprender algo novo que dê prazer

Sai da tua zona de conforto, daquilo que estás habituad@ a fazer e aprende algo novo. Descobre novos prazeres na vida, desenvolvendo novas competências, ou aperfeiçoando algo que já não faças há muito tempo.

Aprender algo, equivale a exercitar o “musculo” de adaptação ao novo e ajuda-nos a continuarmos a evoluir em várias áreas. Abre novos caminhos e mantém-te viv@ e fresc@!

Prática espiritual

Seja ela qual for, a prática espiritual é como o alimento da alma. Ajuda ao equilíbrio entre o espírito e a matéria (o nosso corpo). O mais importante é que a tua prática espiritual te faça sentir em paz contigo própri@ e faça brilhar o melhor que há em ti. Sempre que (re)encontramos a paz no nosso interior, conseguimos olhar para o mundo através do nosso coração.

Alimentação mais saudável

Praticar uma alimentação saudável, comer a horas regulares e em doses equilibradas é meio caminho andado para uma óptima saúde. Não existem dietas perfeitas, nem regimes ideais. Mas sempre aprendi que o nosso organismo precisa de tudo um pouco, e de forma equilibrada, pois os excessos, ou os défices causam desequilíbrios ou podem tornar-se tóxicos.

Num congresso, alguém perguntava o que devemos então comer, após se ter chegado à conclusão de que nada era perfeito, ou isento de contra-indicações, para ser consumido. A resposta foi simples e sábia: Tudo aquilo que consumimos em doses essenciais, é benéfico. Tudo aquilo que consumimos em excesso, torna-se tóxico.

O segredo está em encontrar o equilíbrio perfeito para ti, e para o teu corpo.

Para encontrarmos um equilíbrio nos altos e baixos das nossas emoções na vida actual e melhor lidar com eles, devemos desenvolver cada vez mais o nosso amor-próprio e criar um momento semanal dedicado ao self-care. Descobre uma prática que ames e que seja saudável, e faz dela o teu medicamento de topo.

Imagina que foi o Dr. Universo quem te receitou esse medicamento, ao qual não podes falhar na toma, pois é essencial à tua saúde. Queres mesmo essa receita? Imprime este printable e preenche-a indicando aquele momento essencial ao teu bem-estar. Estipula a tua dosagem e cumpre a sua toma nos timings indicados. Lembra-te que este medicamento, é essencial à tua saúde!

Os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles_2
Clica na imagem para fazeres o download e imprimires a tua receita

Espero que tenhas desfrutado deste post gigante (quase que foi um dois em um, para compensar a ausência do anterior), sobre os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles, e que ele te ajude a transformar este momento de transição numa vivência mais leve e suave.

Agradeço a tua presença e desejo-te uma nova semana cheia de luz.

Com amor,

Os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles

2 thoughts on “Os altos e baixos das nossas emoções na vida actual e como lidar com eles

  1. As tuas palavras são otimas, pois como muita gente tenho estado em baixo, a ouvir todos os dias os números de mortes e infetados só dá para pensar o pior!

    Liked by 1 person

    1. Por vezes, o melhor é deixar de ouvir as notícias. Sobretudo, se só falam em coisas negativas. Em alternativa, nada como ler um bom livro, ou ouvir uma música relaxante.

      Gostar

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s