Aprender com os novos Mestres

Já reparaste em todas as mudanças boas que surgem neste mundo em que vivemos? Já te apercebeste que a evolução está muito, mas muito para lá da tecnologia e de tudo o que é palpável?

Das coisas mais maravilhosas e desafiantes que tenho na minha vida, é a criança que dei há luz há 4 anos. É o quarto ser que dei há luz, com diferença de 17 anos do irmão mais novo.

Sim, é uma criança como muitas outras. É um filho que nasceu de mim, como os outros três filhos mais velhos. Mas isto é o que se vê exteriormente. Porque lá por dentro, no seu mundo emocional e sensitivo, tudo é tão, mas tão diferente em relação aos irmãos.

Toda a psicologia e estratagemas que funcionavam com os irmãos, na grande maioria das vezes, com ela simplesmente… não funcionam.

Uma nova geração de crianças

E eis que dou por mim a olhar para o mundo à minha volta… e reparo que tudo aquilo que existia há cerca de duas décadas atrás, não tem quase rigorosamente nada a ver com o que existe hoje em dia. Como é que eu poderia alguma vez imaginar, que com as crianças as coisas iriam ser diferentes? Mas claro que não!

Assim como nós fomos mudando, sobretudo a nível de consciência; assim como a tecnologia e todo o mundo à nossa volta foi mudando energeticamente, as novas crianças, estes seres especiais que estão a chegar às nossas vidas, vêm com uma nova “programação” e cheios de novos desafios para os pais e todos os que se relacionam de perto com eles.

As orientações que eram válidas há uns anos atrás, estão muitíssimo desactualizadas, e fazer o upgrade é algo que exige uma ginástica energética imensa por parte dos pais/educadores.

A Clara é uma criança que é um amor, é um anjo lindo sim, mas lá do alto dos seus recentes 4 anos, tem dias em que se torna num perfeito furacão de emoções. E como todos os furacões, consegue espalhar as suas vibes ao seu redor, envolvendo em especial os que estão desprevenidos.

Confesso que há dias em que é extremamente desafiante. Tem dias em que acho que faço tudo errado na sua educação. Tem outros então, em que me sinto uma verdadeira mulher-elástica a nível emocional, para tentar acompanhar os desafios que me lança. Mas há também aqueles em que me sinto super agradecida (e estes são mesmo, mesmo muitos!!!), pelo amor que ela me devolve, pela magia que lança sobre mim, pelos pequenos grandes tesouros com que me brinda e que me faz sentir que afinal, tudo está certo.

Aprender com os Mestres

Estes novos seres que estão a nascer, precisam de muito mais diálogo da nossa parte. E esse diálogo tem de ser puro e verdadeiro; senão tem o efeito contrário ao pretendido. Continuam a aprender por observação, mas o seu “filtro” é muito mais apurado. A sua sensibilidade é muito mais sintonizada com o amor verdadeiro. Necessitam que falemos com elas de igual para igual, demonstrando respeito, amor, sentimentos, dignidade, conexão com a nossa verdade interior e com a beleza que existe em cada um de nós.

Se dantes, na “primeira ronda de filhos”, eu fiz do livro do Dr. Brazelton uma “bíblia”, desta vez sinto que não existe um guia específico. Todos os desafios que esta criança me lança, são como lanternas que apontam as coisas que tenho de curar, melhorar e desenvolver em mim.

Assim como a Clara, estas crianças vêm para nos ensinar imenso; vêm para mudar o mundo e torna-lo num lugar melhor para se viver.

Não há como não nos adaptarmos a elas, e evoluirmos juntos. Essa é a sua grande missão e desafio. E também a nossa, enquanto educadores. Se bem que aqui tenha algumas dúvidas sobre quem é na realidade o verdadeiro “educador”. Nós, ou elas…? 😉

E é tão delicioso ver que estes seres especiais têm a capacidade de mudar o mundo, para melhor…!

Resta-me desejar intensamente bem lá do fundo do coração, que a educação de um modo geral, pelo mundo inteiro, se vá reestruturando e redefinindo para melhor servir estes tesouros luminosos que estão a chegar às nossas vidas, ajudando-nos a crescer, a evoluir e a criar um mundo novo onde o amor, a união e a harmonia são as bases.

Sim, eu acredito num mundo melhor e acredito na magia das crianças e no poder que têm para o concretizar. Elas são os nossos “pequenos” Mestres. ♡

Tu que tens uma criança algures na tua vida, já experimentaste a olhar para ela sob esta perspectiva? O que sentes?

Agradeço a tua presença e desejo-te um dia super luminoso.

Com amor, Teresa

Gratidão pela imagem: Candid_Crystal @Pixabay

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s