Num jardim perto de ti

Dia 20 deste mês (Março) a Primavera reentrou no hemisfério Norte, trazendo novas energias, novas esperanças, mais vitalidade. Traz também a vontade de estar mais tempo na rua, de caminhar ao ar livre e o tempo ameno convida a satisfazer este pedido interno que começa a surgir em muitos de nós.

A natureza faz parte de nós, mas para quem vive na cidade esta ligação é muitas vezes esquecida. O tempo dedicado às actividades indoor é demasiado elevado, contribuindo para o aumento dos baixos níveis de energia, de baixa-imunidade, da sensação de falta de energia/motivação, ou até mesmo falta de alegria, levando à depressão.

As desculpas apresentadas para a não existência de um contacto maior com a natureza são muitas, e podem ir desde a distância longa a que se encontra a natureza, a falta de tempo, a exigência do trabalho, o frio, a humidade, etc.

Banho de floresta! Para que serve?

Não é preciso ir muito longe para estarmos em contacto com a natureza! Mesmo para quem vive na cidade, como eu, existem espaços ajardinados, existem parques, existem jardins lindos, onde podemos entrar em contacto directo com a natureza. Não é preciso ir para o campo, ou para a floresta! Basta procurar um jardim simpático perto do teu local de trabalho, ou da tua casa. Estes jardins são uma bênção, e já vais perceber porquê.

Os orientais sempre viveram em verdadeiro contacto com a natureza, mesmo no meio das cidades. E recentemente, os Japoneses vieram trazer a público um estudo (desde 1990) sobre o efeito que o contacto com as árvores tem em nós. Chama-se Shinrin-Yoku e quer dizer “banho de floresta”.

Consiste em ir para a natureza e caminhar; simplesmente caminhar ou estar junto das árvores. E se eu te disser que assim desta forma, caminhando, estás a melhorar todo o teu sistema de saúde? É tão simples que até parece estranho, não é?

Os japoneses descobriram que ao estarmos em contacto com a natureza e muito em especial, com as árvores, todo o nosso corpo recupera e ganha mais saúde de forma natural. Estes são os principais benefícios descritos:

  • Reduz o stress e combate a depressão;
  • O estado de ânimo geral aumenta singularmente;
  • Melhoria e aumento da capacidade de atenção (especialmente em crianças com défice de atenção);
  • Diminuição da tensão arterial;
  • Melhoria do sistema imunitário por aumento das células Natural Killer (NK);
  • Acelera a recuperação de doenças e/ou cirurgias;
  • Aumento dos níveis de energia;
  • Melhoria dos ciclos de sono;
  • Aumento da clareza mental (pensamentos mais positivos);
  • Aumento da capacidade de comunicar;
  • Melhoria e aumento da felicidade;
  • Aumento da força vital.

Quando estamos na natureza (e relembro que um jardim mesmo que seja no meio da cidade tem o mesmo efeito), recebemos toda uma energia cheia de coisas boas. As árvores são dos elementos da natureza que mais captam os benefícios do sol, libertando para a atmosfera um ar mais límpido e puro, renovando o ar e limpando as impurezas nele existentes. Através das suas folhas e troncos libertam óleos essenciais, cujas capacidades de cura também já estão comprovadas pela ciência. Os pinheiros e os eucaliptos são das mais importantes, a nível de purificação.

Lanço-te um convite!

Agora que já estás inteirad@ das capacidades de cura e benefício das árvores, caminhar no meio delas parece algo simples, não é? E a verdade é que é mesmo! Queres experimentar? Anda daí!

Só precisas de um pouco de tempo para ti. Se quiseres, podes levar companhia, mas (!!) com a condição de só conversarem e partilharem as sensações no final da caminhada.

  • Escolhe um local do teu agrado; como já disse, não é preciso ires muito longe – procura um jardim ou um parque (mata) perto de ti;
  • Determina um tempo para começares e aos poucos vai aumentando-o; podes começar com 30 minutos uma vez por semana (quantos mais dias fizeres, melhor);
  • Caminha sem pressas; faz desta caminhada uma meditação;
  • Sente cada passo que dás; sente todo o teu corpo como se move;
  • Observa tudo o que te rodeia; observa os pequenos pormenores (folhas, pássaros, troncos, relevos); observa como a natureza se movimenta no seu ritmo próprio;
  • Ouve a natureza; ouve a brisa, o canto dos pássaros, o som das folhas; ouve o que te rodeia;
  • E respira suavemente! Respira sem pressas, sentindo a cada respiração o ar a entrar e depois a sair, e os movimentos que ele gera no teu corpo;
  • Sente cada célula do teu corpo a ser alimentada por esse ar puro e cheio de nutrientes;
  • Em alternativa, em vez de andares, podes simplesmente ficar sentad@. Senta-te num banco, ou se puderes, senta-te junto a uma árvore; se puderes encostar as tuas costas ao seu tronco, melhor ainda!

No final desta caminhada, vais ver como te sentes renovad@ e chei@ de vitalidade!

Abraça uma árvore por dia e mantém a tua saúde em dia!

Há uma prática que eu gosto especialmente, mas sei que nem todos se sentem à vontade para a fazer em público. Consiste em durante uma caminhada, parares e abraçares uma árvore.

Sei que a primeira coisa que a tua mente te poderá dizer é “ai que disparate, agora abraçar uma árvore…. vão achar que estou tolinh@”. Deixa! Quem não quiser que não olhe. E quem quiser olhar, que sinta curiosidade suficiente para experimentar e sentir a maravilha que é e o bem-estar que isto traz.

Aproxima-te de uma árvore e cumprimenta-a (basta dizer um “olá árvore” – vá não sejas envergonhad@!). Encosta o teu tronco ao da árvore, o teu rosto, e coloca os teus braços em torno do seu tronco. Deixa-te estar assim uns momentos. Sente a árvore. Deixa a tua respiração entrar em uníssono com a respiração da árvore (sim, elas também respiram como tu!). Aos poucos acabas por te sentires confortável com a prática e vais perceber o tão BOM que é tornares-te UM com a árvore. Se quiseres, podes começar por encostar as tuas costas ao tronco da árvore, até que te sintas à vontade para a abraçares. Só te digo que é tão bom, é tão calmante e ao mesmo tempo tão revigorante, que se todos o experimentassem, ….o mundo seria de certo um paraíso para todos.

Ensinei esta prática à minha filhota mais pequena, e hoje em dia ela faz destes abraços algo comum; e é vulgar assistirmos a que no meio de um passeio, ela pare para abraçar a amiga árvore. E assim, o mundo avança mais um bocadinho no sentido ascendente para uma saúde melhor.♡

Abraçar uma árvore
Com amor reavivamos a natureza dentro de nós ♡

Ao criarmos esta prática regular de caminhar na natureza com a ajuda do bom tempo que a Primavera oferece, criamos espaço para que ela se enraíze em nós, permitindo que mesmo nos dias mais frios, haja a vontade para a continuarmos a praticar; basta levarmos um bom agasalho. E olha que nos dias mais frios e mesmo com nevoeiro, os cheiros da natureza e os seus sons sobressaem muito mais. 😉

O ultimo “Made in Heaven” traz uma mensagem dentro deste âmbito – espreita-o e inspira-te! A natureza é uma excelente fonte de saúde, de cura e está ali para ti – é gratuita!

Entretanto, desejo-te uma excelente semana e agradeço a tua companhia aqui no blog.

Com amor, Teresa

Partilho contigo um vídeo inspirador, desfruta!♡

Gratidão pela imagem:  Larisa Koshkina @Pixabay e @teresasalgueiro70

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s