Só por hoje…

Hoje venho aprofundar um pouco mais o post anterior. Na semana passada falei-te do que era o Reiki. Foi assim uma forma suave de abordar algo que por vezes está nublado de dúvidas e interpretações menos corretas.

Mikao Usui (1895-1926) introduziu juntamente com o Reiki um sistema de princípios de vida, que ajudam a que a cura se mantenha, em vez de haver só uma eliminação de sintomas. São os 5 Princípios do Reiki, e estão disponíveis para qualquer pessoa.

Só por hoje:

  • Sou calm@
  • Confio
  • Agradeço
  • Trabalho honestamente
  • Respeito todos os seres vivos

Apesar de ter sido ensinada há já bastantes anos, esta sabedoria continua actualizada e faz todo o sentido usa-la no dia-a-dia. De certo já ouviste a expressão “viver no agora”, pois é, Mikao Usui começou por ensinar: “Só por hoje”.

Só por hoje significa viver este momento. É o criares um compromisso pessoal contigo, em que só por hoje te vais dedicar a algo.

Quantos há que passam a vida agarrados ao seu passado, aos erros que cometeram, aquilo que poderiam ter feito e não fizeram, às mágoas… tanta coisa. Por outro lado, existem também aquelas pessoas que passam os dias a imaginar as coisas más que lhes poderá acontecer, as dificuldades que poderão enfrentar em determinada situação. São pessoas que se perdem no tempo a construir algo num imaginário só delas, muitas vezes envolto em medos baseados em situações passadas ou que ouviram falar que aconteceu a outros, e impedem-se de viver a vida, de tão embrenhadas estão num futuro que muitas vezes não se revela como o elaboraram.

Só por hoje quer dizer que, hoje eu estou aqui. Hoje eu vivo este momento e desfruto dele na integra. Mesmo quando o momento se revela pela negativa, eu tenho sempre a possibilidade de aprender com ele e fazer diferente numa próxima oportunidade. É me dada a oportunidade de evoluir.

Só por hoje sou calm@. Hoje eu mantenho-me calma. Acalmo a minha mente e o meu coração. Mantenho-me focada no dia de hoje, deixando de lado o passado, pois não o posso alterar, simplesmente aprender com ele, e deixo de lado o amanhã, pois não sei o que o futuro me reserva. Mantenho-me calm@ quando enfrento situações delicadas, pois reagir de cabeça quente e no calor do momento, de nada me vai ajudar. Quando reagimos a um confronto usando a mesma energia que nos está a ser apresentada, estamos a gastar a nossa energia vital. O melhor é respirar, retomar uma postura calma e com essa mesma calma, encontrar uma solução válida para esse confronto.

Só por hoje confio. Confio que tudo está certo. Que tudo aquilo que vivencio (bom, ou nem por isso) está certo e que tenho de passar por esta aprendizagem. Confio que tudo vai correr bem, mesmo quando estou à espera de um resultado de um exame (escolar ou médico); que aquela reunião/encontro/conversa que vou ter, vai correr bem e irá ter um resultado positivo para ambas as partes. Quando eu confio a minha vida ao universo, liberto-me de medos e inseguranças. Os medos e as inseguranças “fecham” muitas portas, enquanto que uma postura positiva e confiante permite-nos receber muito mais e melhor da vida.

Só por hoje agradeço. Agradeço o bom, agradeço o menos bom. Agradeço o que tenho e o que ofereci/recebi. Mesmo até nas situações mais delicadas e difíceis, ao adoptarmos uma atitude de gratidão, ela irá nos revelar mais cedo ou mais tarde o lado positivo dessa mesma situação. A gratidão é uma energia de abundância. Na gratidão está presente a energia do amor e não há nada que o amor não consiga vencer.

Só por hoje trabalho honestamente. Ser honesto significa ser correto comigo mesmo e com os outros. Significa que me respeito em primeiro lugar, que dou o melhor de mim, honrando e respeitando os meus valores. Quantas pessoas há que trabalham honestamente, mas fazem algo que não gostam e com o qual não se identificam, ou que até vai contra os seus princípios? Elas até podem desempenhar as suas funções de forma exemplar e honesta, mas estão a ser honestas com elas próprias?…

Só por hoje respeito todos os seres vivos. Respeitar todos os seres vivos é respeitar o nosso semelhante, enquanto ser único e especial que é. É aceitar que todos nós somos diferentes, mas que as nossas diferenças se complementam. É respeitar todo o ser vivo neste planeta, seja qual for a sua espécie, pois todos merecem serem respeitados e todos têm direito à vida.

Nesta vida, tudo o que damos, um dia irá voltar para nós. Assim como um boomerang, como uma onda do mar. Vai e volta num movimento sem fim. Chama-lhe Karma, ou qualquer outra coisa com a qual te identifiques mais, mas experimenta fazer um pequeno exercício de memória e tenta encontrar “esta onda”; tenta recordar-te de algo que fizeste no passado e que mais tarde veio a acontecer-te novamente… sim, é verdade! Sejam coisas boas ou não, elas voltam sempre. Seja para aprendermos com elas (no caso de serem coisas que fizemos erradas), seja para beneficiarmos ainda mais com elas (no caso das coisas boas).

Tudo começa em nós. Se nós queremos que o mundo à nossa volta mude, primeiro temos de ser nós a mudar e então, o que nos rodeia mudará também. Esta é também uma postura do Reiki.

E tu, que mudança vais adoptar no teu momento presente?

Desejo-te um Bom Dia e agradeço a tua presença.

Teresa

Gratidão pela imagem de base: @honza_kahanek

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s