Que Flor és tu?

A natureza é uma enorme fonte de inspiração para mim e quando digo natureza, refiro-me sim à natureza propriamente dita, mas também ao mundo! Se há coisa que gosto de fazer é observar o que me rodeia. Ouvir, ver como funciona, como age, observar o comportamento, o desenvolvimento, a forma como evolui. Sobretudo ver como interagem umas com as outras.

Algo que sempre me causou (e continua a causar) uma enorme admiração, são aquelas pequenas flores que nascem naqueles espaços completamente inesperados. Sim, aqueles pequenos buraquitos no meio da parede, aquelas rochas enormes desprovidas de vegetação, aquele pedaço de alcatrão na estrada. Já reparaste que às vezes há pequenas flores que teimam em nascer lá?

Normalmente uma flor nasce na terra. Nutrida de água, sol e dos nutrientes existentes no solo que a fazem despontar e crescer linda e maravilhosa. Sim, “normalmente” é assim, mas neste mundo maravilhoso, nem tudo é “normal”, o que o torna ainda mais especial.

Já reparaste naquelas árvores que por qualquer motivo morreram, foram cortadas, mas que o resto do seu tronco ficou ali na terra, seco, sem vida, como que abandonado e após uns tempos há uma planta que decide começar a nascer ali, no meio do nada, em território considerado infértil? Estou a lembrar-me de umas palmeiras seculares, que há uns tempos foram atingidas por um vírus e de repente morreram, perdendo todas as suas folhas e o seu ar majestoso. O seu tronco foi cortado bem rente, mas por um motivo qualquer, não foi arrancado e ficou ali esquecido. Entretanto o tempo passou e houve plantas que decidiram começar a nascer ali, naquele tronco “morto” e sem vida. Ali encontraram o seu espaço para crescer, para se desenvolverem e criarem nova vida naquele espaço em que já ninguém esperava nada dele. Há palmeiras, que neste momento têm um pequeno e lindo jardim crescido bem no centro, do que resta do seu tronco.

Já viste o quão maravilhosas são estas flores, estas plantas, que decidem crescer em espaços inapropriados, considerados sem vida, sem condições para sobreviverem e que mesmo assim arranjam forma de brilharem, de trazer uma nova vida, de mostrar a sua luz e beleza ao mundo?

E se reparares bem, muitas vezes são pequeninas flores, com um ar super frágil. E na sua forma simples e frágil, elas têm toda a garra do mundo para se agarrarem aquele minúsculo pedaço de rocha, aquele pequenino buraquinho no alcatrão, até mesmo aquele lugar onde aparentemente não havia espaço para crescer uma nova vida. E mesmo assim crescem, e trazem vida, frescura e uma nova luz, tornando aquele lugar em algo especial, diferente, único. Não é lindo?

Se considerarmos que tudo na vida, tudo o que nos rodeia é um espelho de nós próprios, e que com ele e nele nos podemos inspirar, recriando a nossa existência e assim gerar uma melhor forma de vida em nós e de nós para o mundo, isso é magnifico!

Quantas “flores” há por aí que na sua simples existência e forma, espalham a sua luz e beleza, ajudando o mundo a ser ainda mais belo? Quantas “flores” há, que na sua tarefa mais simples promovem o equilíbrio e trazem felicidade ao que está ao seu redor?

Lembra-te, o jardim do paraíso é constituído por todas as espécies, desde as maiores e mais portentosas, às mais pequenas, frágeis e singelas. E todas elas são belas. Todas têm a sua beleza especial e única. E é isto mesmo que faz dele um paraíso, a diversidade, a unicidade. E tu, que flor és neste “jardim do paraíso”?

Grata a todas as flores do mundo, pela sua beleza e diversidade. Pela sua forma inspiradora.

Grata a ti, Flor magnifica que tens um brilho e luz únicos. Grata pela tua leitura.

Até breve!

Teresa

Gratidão pela imagem: @stphwlkr

3 thoughts on “Que Flor és tu?

  1. Todas as flores são lindas e potentes ornamentos da natureza, quando ando entre as pedras dos passaeios aparecem pequenas flores, eu tenho sempre o cuidado de não as pisar!

    Liked by 1 person

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s