“Quem canta…” (Oshun)

Os mantras têm uma enorme capacidade de cura, de limpeza e equilíbrio do nosso corpo, quer físico, quer espiritual ou energético. Tanto podem ser recitados, como entoados ou mesmo cantados. Para saberes mais sobre este tema, lê este post.

Quando se fala em cantar e nos efeitos que este acto tem em nós e nas nossas emoções, faz-me lembrar aquele ditado antigo “quem canta seus males espanta”. Esta é uma verdade tão pura, como o ar que respiramos. É algo tão antigo, tão simples, que talvez por isso mesmo, não lhe damos a devida importância, o que é uma pena.

Cantar envolve o nosso corpo todo. Quando cantamos, começamos por inspirar. De seguida, colocamos a energia nas nossas cordas vocais, que em conjunto com a língua e toda a cavidade bucal emitem som. Voltando um pouco atrás, ao inspirarmos, é claro que também expiramos e assim fazemos os nossos pulmões e diafragma vibrarem. Sem nos apercebermos, temos todo o nosso corpo a receber estas pequenas vibrações, enviando-lhe instruções de relaxamento bem como de tonificação.

Em Medicina Chinesa, do movimento Terra (um dos cinco movimentos/elementos que gerem todo o nosso corpo) fazem parte o Cantar, bem como a Boca, o Estômago e as Preocupações. Sendo a Terra o nosso planeta mãe, onde vivemos, faz todo o sentido dizer que cantar ajuda-nos a enraizar, a estarmos presentes no Agora. Ao estarmos presentes no Agora, o passado ou o futuro, com as suas eventuais preocupações, medos, ansiedades, frustrações, etc., desaparecem. Nada mais importa senão o Agora, o vivermos o presente momento e dele extrairmos toda a sua energia, para melhor o experiênciarmos.

Indo um pouco pelo mundo da ciência, também está provado que ao cantarmos enviamos informações ao cérebro, estimulando-o a produzir endorfinas. As endorfinas são essas hormonas maravilhosas, muito conhecidas pelos praticantes de desporto, que quando produzidas sobre esforço elevado, têm a capacidade de serem analgésicas. Ora, as endorfinas são igualmente um óptimo antidepressivo e estimulante natural. Ou seja, são produzidas naturalmente pelo nosso corpo, sem haver necessidade de recorrer a químicos externos. Quando produzidas e activas, elevam o nosso corpo emocional em quatro áreas diferentes: Optimismo, Bem-estar, Autoconfiança e Serenidade.

Gostarias de ter estes elementos presentes na tua vida, Sempre?  Então, aqui está uma fantástica “chave” que tem poderes mágicos para abrir esse portal na tua vida: Cantar!

Entrando agora de forma mais profunda na questão prática de cantar, para obteres melhores resultados, deves ter presente que não basta cantar uma “coisa” qualquer. É muito importante saberes escolher a música adequada. Algo que te eleve, que te estimule pela positiva e evitar toda aquela música que te traz recordações de momentos menos bons. A música está ao teu serviço para te elevares. Desfruta-a! Empodera-te!

E que tal se ao “simples” acto de cantar, juntares um pouco de magia? Um pouco de energia Sagrada? Sim, lembra-te que os Mantras são cânticos sagrados!

Neste post, ofereço-te um Mantra com poderes de limpeza muito especiais. Pode e deve ser usado em qualquer idade, em qualquer momento!

A minha filha Clara (de dois anos e tal), foi “iniciada” aos mantras desde o berço, ou melhor, desde a gestação. É algo que a acalma quando está mais agitada. E por vezes é ela que me pede para lhe cantar este mantra. Os efeitos são imediatos! Se há dias em que o cantamos de manhã, enquanto lavamos a cara e as mãos, outros há em que eu o canto, como cântico de embalar ao fim do dia. Tem o efeito quer de limpeza para início de um novo dia, que se quer pleno de energias puras, quer seja como limpeza após um dia mais agitado, em que por vezes as emoções são menos fáceis de gerir.

Este mantra em específico invoca a deusa Oshun. Invocar é chamar. É chamar a estar presente, para que algo se manifeste, tal e qual numa oração.

Oshun é uma deusa de origem africana, também usada em vários rituais no Brasil. É a deusa do rio Oxum (ou Osun) que fica no continente africano, no Sudoeste da Nigéria.

É a deusa das águas doces, dos rios, das cascatas, lagoas, tudo onde a água doce esteja presente na natureza. Representando a sabedoria e o poder feminino, bem como a beleza, Oshun é também a deusa do amor, da fertilidade e da maternidade, protegendo o feto e os recém-nascidos, e sendo adorada pelas mulheres que querem engravidar. E apesar de Oshun ser uma energia feminina, este mantra também pode (e deve!) ser usado por homens.

Podes usar este mantra entoando-o durante o teu banho, pedindo a Oshun que te limpe e purifique através da água que flui pelo chuveiro. Ou simplesmente em qualquer momento que precises de calma interior. É como se a tua alma tomasse um duche revitalizante. Vais ficar maravilhad@ com os resultados.

A letra é simples e fácil de memorizar e ainda por cima está em português (!!!):

“Oshun lava meus olhos,

Oshun, meu coração. (repete)

Oshun, flor das águas

Lava meu coração.”

Convido-te a experimentares e depois a partilhares comigo os efeitos que teve em ti, ou noutra pessoa com o qual tenhas também experimentado.

Grata a Mirabai Ceiba, por tão bela interpretação deste mantra.

Grata pela tua leitura.

Até breve!

Teresa

Gratidão pela imagem: @juneadmiraal

3 thoughts on ““Quem canta…” (Oshun)

As tuas palavras são bem-vindas. Deixa um comentário.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s